• Mayara Labs;Miriam Furlan

Para onde você olha mais?


Quem se identifica com essa imagem?

Pode ter acontecido 10 coisa boas, mas olhamos e focamos naquela ruim que aconteceu. Muitas vezes ficamos presos a uma história dominante da nossa vida e não damos valor as outras histórias que nos compõem: é como se fosse um tronco com muitas ramificações - olhamos o tronco (história dominante) e não reparamos nos seus galhos maiores até os menores (histórias alternativas).

Dar valor a esses galhos não é uma tarefa fácil, somos atraídos pela beleza de um tronco grande e imponente, mas buscar ampliar nossa visão e reconhecer nossas histórias boas ajuda a tornar aquele problema um pouco mais leve e favorece nossa criatividade, pois passamos a conhecer ações nossas que muitas vezes não damos conta.

Comece a fazer esse exercício: que histórias boas aconteceram em minha vida e eu não dei o devido valor a elas?

Se quiser compartilhar conosco ficaremos muito felizes! 😊 Saiba que contar sua história é uma forma de afirmá-la para você esse momento que passou.

Se estiver muito difícil reconhecer momentos bons em sua vida, um profissional de psicologia pode te ajudar nesse momento. Busque ajuda!

0 visualização