• Mayara Labs;Miriam Furlan

Crise é sinônimo de sofrimento?



Se você procurar o significado de crise em algum dicionário por aí, provavelmente encontrará que ela é uma mudança brusca em um estado que se encontrava em certo grau de estabilidade. É comum associarmos esse termo a algo ruim: crise da meia idade, crise dos 40, crise econômica, crise asmática, crise conjugal... Mas você já parou para pensar que, em alguns casos, “entrar” em uma crise pode gerar resultados positivos?

Tive um professor no cursinho que sempre dizia que “em tempos de crise, alguns choram, outros vendem lenços” e isso nunca saiu da minha cabeça (tanto que, até hoje, uso essa frase em algumas situações para ilustrar discussões). Claro, meu professor de geografia estava se referindo à crise econômica, mas acredito que essa frase pode se enquadrar em alguns momentos de nossa vida.

Quando passamos por um momento de rompimento com o que nos é confortável/conhecido, perdemos nosso equilíbrio e somos forçados a tomar um posicionamento. Alguns, com menos recursos psicológicos, podem desenvolver depressão, ansiedade ou outros transtornos psicológicos – que estariam relacionados ao lado ruim de uma crise – ou podem, finalmente, procurar a ajuda que há muito tempo já era necessária, mas que, por n motivos, foi sendo postergada. Um exemplo que muitos de vocês provavelmente entenderão é o da crise conjugal: é necessário que o contexto chegue ao limite para que o relacionamento seja reavaliado.

Situações de crise financeira também costumam gerar buscar por outras formas de renda (e nos últimos anos temos visto muito isso em nosso país) e emergir talentos escondidos nos mais variados campos. Quem nunca comprou artesanato da feirinha da praça que atire a primeira pedra! Quem nunca comprou pão do porteiro do prédio feito por sua esposa que tem “mão cheia” para cozinha?

Todos esses exemplos servem para que você avalie se as crises pelas quais passou – ou está passando – apenas trouxeram dor e sofrimento. Será que elas não fizeram você finalmente se mover em busca de ajuda ou largar aquele emprego que você odiava (e sair falando aquela frase que todo mundo pensa, mas poucos dizem, “não sou obrigada!”) ou fazer a faculdade que você sempre quis?

Pense nisso!

#crise #sofrimento #dor #crescimento #crescer #autoconhecimento #avaliação #pensar #reflexão #terapia

28 visualizações