• Mayara Labs;Miriam Furlan

O touro Ferdinando (2017)



E viva às diferenças! É o grande resumo que podemos fazer desse filme animado e divertido!

Ferdinando é um touro um tanto quanto diferente do que estamos acostumados a imaginar como um touro: bravo, irritado. Ele é o oposto disso, adora cuidar das flores, ajudar os outros. E por não se sentir no ambiente certo, visto que ele mora numa fazenda que cria touros para touradas, ele foge quando criança. Uma garota com seu pai e seu cachorro (que por sinal é mal-humorado) o encontram e ele cresce com essa família que cultiva flores, e ali se sente totalmente realizado, podendo ser ele mesmo. Até que na festa anual das flores, Ferdinando chega ao local contra a vontade de sua família, pois por ser um touro (muito maior do que o esperado, diga-se de passagem) as pessoas o temeriam e com isso o deixaram em casa, e ali na festa Ferdinando leva uma picada de uma abelha que o faz perder o controle, destrói toda a festa e acaba sendo pego e levado para sua antiga fazenda.

Além do filme mostrar que somos diferentes uns dos outros e que podemos muito bem conviver (cachorro com touro, menina com touro, os touros são bem diferentes entre si), nos mostra também nesse ponto como muitas vezes somos mal interpretados sem nem ao menos podermos expor nosso ponto de vista. No filme, Ferdinando não pôde mostrar que perdeu o controle por causa de uma picada de abelha, apenas o encaixaram no esteriótipo de que todo touro é bravo, sem ao menos verem o que de fato aconteceu.

Bom, imagino que você já deve ter passado por situações em que não foi ouvido, não pôde contar a sua versão da história e acabou por ser rotulado de uma forma que não condiz com você, assim como já deve ter pensado isso de outras pessoas. Não estou aqui querendo justificar um ato, mas apenas colocar em pensamento que por trás de uma atitude há muitos outros fatores envolvidos que muitas vezes nem queremos ver e que às vezes abrir ao diálogo e permitir que o outro seja ouvido pode ajudar a desrotular e a entender melhor o que aconteceu. (Lembrando que compreender é diferente de aceitar)

Seguindo com o filme, Ferdinando em sua antiga fazenda começa a planejar uma maneira de escapar dali novamente e quando está fugindo vê que na verdade o destino de todos os touros é morrer, como seu pai, que foi para ser o melhor touro, mas morreu no final da tourada, ou como um amigo seu que não era bravo o suficiente para ser o melhor e foi para o abate. Ele volta então para resgatar os outros touros e quando eles conseguem fugir para viver suas vidas da forma como querem e com amor, Ferdinando é pego e levado direto para a arena de competição em Madri, ali ele surpreende a todos e muda o curso da história ficando vivo e voltando para a família que o criou.

Além do que foi colocado acima para nossa reflexão, o filme também traz à tona uma grande questão, o cuidado com os animais, o direito deles.* Independente se o animal é criado para ser doméstico ou para corte, ambos precisam ser bem cuidados e com carinho. Pois muito bem se sabe que um boi estressado não gera carne de qualidade e/ou não procria bem, ou um cachorro estressado morde outras pessoas, ou não é um bom companheiro... Apenas pense se você está sentindo prazer ao ver os animais bem cuidados ou maltratados.

*Não estamos aqui fazendo alusão aos carnívoros, vegetarianos, vegamos... Apenas mencionando o cuidado com o animal.

#oscar2018 #filme #animal #diferente #contexto #explicar #ouvir #falar #rotular

115 visualizações